Governo Municipal esclarece a população sobre a vacinação antirrábica de cães e gatos em Paraibuna

Nesta quinta (18), haverá vacinação antirrábica gratuita de cães e gatos, na Casa da Agricultura, 9h às 12h e das 13h às 16h.

Para serem vacinados, é imprescindível que os cães estejam com guias e coleiras, e sejam conduzidos por um adulto responsável; cães agressivos devem estar com focinheiras adequadas ao animal; já os gatos devem ser acomodados em caixas de transporte para facilitar a vacinação, evitando o risco de fugas.

A vacinação acontece todas às quintas-feiras na Casa da Agricultura, na Avenida Lincoln Feliciano da Silva, 276, Centro de Paraibuna. Mais informações pelo telefone: 3974-2120.

ESCLARECIMENTO SOBRE A VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA

A situação epidemiológica da raiva no Estado de São Paulo é controlada. O último caso humano pela variante canina ocorreu em 1997 e o último caso animal em 1998. Desde então, todos os casos humanos registrados no estado ocorreram por variantes de morcego. Considerando o controle da raiva animal, em razão da alta cobertura vacinal de cães e gatos, o Estado de São Paulo foi inserido no Grupo 1, de áreas livres de raiva pela variante canina, por mais de 10 anos. Os morcegos, atualmente, são os principais transmissores da raiva animal, no estado.

Devido a esse controle da raiva, o estado de São Paulo, após orientação do Ministério da Saúde, suspendeu a campanha anual de vacinação antirrábica de cães e gatos, que passou a ser classificada como uma atividade de emergência para áreas endêmicas e epidêmicas, ou seja, a vacinação deve ser feita por bloqueio de foco, quando são detectados casos de raiva em cães e gatos pelas variantes de morcegos.

Mesmo com a suspensão da campanha anual de vacinação antirrábica, fica mantida a vacinação de cães e gatos em estratégia de rotina, cães e gatos contactantes de morcegos e bloqueio de foco, quando for o caso, além de mantidas as demais atividades do Programa de Vigilância e de Controle da Raiva no Estado de São Paulo.

Segundo a Prefeitura da Estância Turística de Paraibuna, por causa da situação controlada de raiva animal no estado de SP, a cidade tem recebido uma quantidade limitada de doses para aplicação nos animais do município. Portanto, é oportuno explicar que essa vacinação não é uma campanha ampla que abranja todo o município, apenas uma ação mais restrita aos animais que efetivamente precisem de fato serem imunizados, de acordo com a situação e histórico de saúde de cada animal.