Prefeito Vitão assina convênio do Programa Melhor Caminho em benefício ao Bairro do Cedro

O prefeito de Paraibuna, Vitão Miranda, participou nesta quinta (14), de um evento em em São José do Rio Preto, interior paulista, onde assinou um convênio com o Governo do Estado, referente ao Programa Melhor Caminho, que desta vez beneficiará à região do Bairro do Cedro, uma das mais populosas da zona rural do município.

O chefe do Poder Executivo Municipal, que esteve acompanhado pelo vereador Edinho França, explicou a importância da parceria com o Governo de São Paulo. “Esta é a primeira vez que o Bairro do Cedro será agraciado por um grande investimento em prol às estradas rurais da região, que contarão com recursos no valor total de R$866.400,00, provenientes do Programa Melhor Caminho. Quero agradecer ao Secretário de Agricultura do Estado de São Paulo, Itamar Borges, ao Governador João Dória, ao Vice-governador Rodrigo Garcia, por mais esse belo projeto para nosso município”.

Ainda segundo Vitão, o Programa Melhor Caminho também já contemplou outros bairros de Paraibuna. "É importante lembrar que este importante projeto de recuperação de estradas rurais já atendeu outros bairros do nosso município, entre eles o Bairro do Macaco, Morro Azul, Bragança e Campo Redondo, Ilhéus, Porto e Roseira. Agora, chegou a vez da região do Cedro que nunca teve um projeto desse. Esperamos conquistar mais projetos dessa natureza para outras regiões também”, afirma.

Segundo o Governo Municipal, os recursos não entrarão para os cofres da Prefeitura; todo o investimento a ser utilizado no projeto de melhorias nas estradas da região do Cedro será aplicado diretamente pelo Governo do Estado de São Paulo, por intermédio da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento.

SOBRE O PROGRAMA MELHOR CAMINHO

O Programa Melhor Caminho, foi instituído pelo Decreto nº41. 721, de 17 de abril de 1997, para a elaboração de convênios entre a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e as Prefeituras Municipais. É dedicado à execução de obras em trechos de estradas rurais, para sua recuperação e conservação. A proposta do Programa é de interesse social, e é respaldada, ainda, pela Lei nº6171, de 4 de julho de 1988, regulamentada pelo Decreto nº41.719, de 16 de abril de 1997, que dispõe sobre o uso, conservação e preservação do solo.